Buscar por...

Você não permitiria que um “técnico”, sem formação comprovada, realizasse a manutenção da sua unidade de climatização. E, com certeza, não levaria seu carro a um mecânico que começou a ser treinado na véspera. Mesmo assim, não são poucos os gestores de empresas e, até mesmo, facilities que contratam fornecedores não credenciados para cuidar da higienização de carpetes e têxteis de suas instalações.

É possível entender o motivo quando se fala em milhares de metros quadrados de espaços acarpetados. Muitas empresas se apresentam como especialistas em higienização de têxteis, oferecendo baixo custo. Bem, aí, já daria para desconfiar que há algo errado: afinal, “não existe almoço grátis”, como diz aquela máxima corporativa. Porém, o apelo do preço pode ser atraente, especialmente num momento de orçamento apertado. Mas, o risco é sério e a conta, no futuro, pode ser muito alta.

Os riscos de contratar serviços de limpeza de carpetes não qualificados e testados

Você precisa focar em dois objetivos: proteger seus ativos e reduzir seus passivos. O carpete é um ativo caro para ser substituído. Considere que compra e instalação de cerca de 3000 m² de carpete de qualidade comercial pode chegar a R$ 600 mil, ou mais. É sensato, deixá-lo aos cuidados de uma empresa sem certificações de entidades credenciadoras, mão de obra sem treinamento e produtos não registrados pelas autoridades sanitárias?

A resposta, claro, pode ser que além de ótimo custo, a empresa alegou que seus produtos e processos são credenciados. Mas provou? Apresentou as certificações? Você teve o cuidado de comprová-las no site das entidades certificadoras? Atualizando um antigo ditado que dizia que “o papel aceita tudo”, a internet, também, aceita qualquer texto ou imagem. Não adianta o prestador de serviços ter um site bem organizado, com as imagens de diversas certificações. É preciso comprová-las. O que pode ser feito, facilmente, acessando o site da entidade credenciadora e buscando pelo nome da empresa ou do produto.

O que, em princípio parece um bom negócio, pode acabar custando muito caro no longo prazo. Prestadores de serviço de manutenção de carpetes “baratos” tendem a cortar custos para economizar tempo, o que significa que a qualidade geral de trabalho será insatisfatória e terá curta duração. Pior ainda, a utilização de produtos e técnicas inadequadas podem danificar irreparavelmente os seus têxteis.

Por exemplo, você sabia que um produto de limpeza de carpetes altamente alcalino fará seus carpetes “brilharem” como novos? Você vai adorar a aparência deles após a limpeza… até que as soluções alcalinas comecem a fazer com que as cores desbotem. Com o tempo, você perceberá que aquele serviço “maravilhoso”, não passava de “maquiagem barata”.

E se o seu prestador de serviço usar um produto muito concentrado e não enxaguar e secar completamente? Você não vai precisar esperar muito para que seu carpete suje novamente. Ah, e esqueça os fornecedores que executam a limpeza de carpetes pelo sistema bonnet. A rotação das escovas pode danificar as fibras do carpete, fazendo com que elas se torçam e percam o brilho.

Além de tudo isso, você pode perder a garantia do fabricante do seu carpete se optar por um fornecedor com metodologias e produtos inadequados para execução dos serviços de higienização. Gestores de empresas e facilities geralmente não avaliam o potencial do prejuízo até que seja tarde demais, ou seja, até que o carpete tenha que ser substituído muito antes do tempo previsto.

Quais certificações você deve solicitar ao prestador de serviços de higienização de têxteis?

Como escapar das armadilhas da contratação de um técnico ou equipe de limpeza de carpetes inadequados? É simples. Solicite as certificações, comprovadas, com a proposta oferecida. As certificações devem ser obrigatoriamente concedidas por entidades certificadoras ou parte terceira, idônea e reconhecida, que garantam que o contratado pratica metodologias e utiliza produtos adequados que asseguram a aparência e durabilidade dos revestimentos, saúde das pessoas e qualidade do ar interno.

Em nível internacional a milliCare detém diversas certificações das mais importantes entidades mundiais do segmento têxtil. No Brasil, oferecemos as seguintes certificações que podem ser facilmente comprovadas nos sites das entidades certificadoras e da autoridade sanitária.

1. Selo de Aprovação do CRI – Carpet and Rug Institute.

O selo de aprovação do Carpet and Rug Institute prova que enviamos nossos produtos e equipamentos para o laboratório de testes, indicado pela entidade, para análise e aprovação de conformidade. Portanto, nosso método patenteado de limpeza a seco foi testado quanto a todos os aspectos da operação, desde a remoção de sujeira, até a integridade dos revestimentos e umidade residual. Quando você vê – e comprova – o Selo de Aprovação do CRI, sabe que não está “sendo cobaia”.

2. Produtos certificados pelo Selo Verde.

A Certificação do Selo Verde em um produto de limpeza indica seu reduzido impacto na saúde, segurança e meio ambiente. A certificação do Selo Verde envolve o cumprimento das diretrizes de sustentabilidade em mais de 20 categorias de segurança humana e ecológica. Você terá a certeza de que todos os produtos do Green Seal milliCare foram verificados quanto à toxicidade, irritação da pele, combustibilidade e possíveis cancerígenos.

3. Certificação LEED

A Leadership in Energy and Environmental Design (LEED), é uma certificação para construções sustentáveis, concebida e concedida pela organização não governamental, United States Green Building Council (USGBC), com o objetivo de promover e estimular práticas de construções sustentáveis.

A milliCare é parceira LEED e seu sistema pode contribuir, particularmente, para a pontuação da certificação LEED para Operação e Manutenção de Edifícios Existentes (LEED-EBOM), a única focada em edifícios já em operação. Ao modernizar padrões para edifícios existentes, com procedimentos e planos de manutenção sustentáveis, sua empresa pode se credenciar a diversos tipos de incentivos que premiam iniciativas ecológicas.

4. Produtos registrados na ANVISA

Mesmo com as certificações internacionais, todos os produtos utilizados pela milliCare, no Brasil, são registrados na Agência nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA – que avaliza as informações dos rótulos e são facilmente comprováveis no site do Governo Federal.

Saiba mais sobre as certificações que a milliCare Brasil oferece acessando https://bit.ly/2ISMRcK

Fica, então, a mensagem. Carpetes são um ativo valioso que precisa ser preservado em favor da saúde das pessoas, produtividade e do caixa das empresas. Mantê-los corretamente é responsabilidade dos gestores que devem tratá-los como um item diferenciado dentro dos serviços de limpeza e manutenção dos empreendimentos aos seus cuidados, o que implica a contratação de empresas especializadas e habilitadas para o trabalho. Esta habilitação só pode ser comprovada mediante certificações idôneas.

Voltando ao início dessa conversa: você não iria ao um médico que não fosse diplomado e com experiência comprovada. A analogia é exatamente a mesma.

Converse conosco para saber mais sobre certificações e como podemos ajudá-lo a manter os revestimentos têxteis do seu espaço. Queremos ser seu parceiro em manutenção de têxteis e não apenas seu prestador de serviço.